Fougères: uma cidade medieval da Bretanha - Viajaromundo.com

Fougères: uma cidade medieval da Bretanha

Mais um pouco de turismo na França! Hoje a equipe do blog Viajaromundo.com mostra para você a bela cidade medieval de Fougères, na Bretanha!

Confira!

1. Introdução

Hoje a série de posts sobre a nossa última viagem para a França te leva para Fougères, uma pequena cidade medieval que fica a cerca de 15km da casa que alugamos e a cerca de 60 km de Rennes, cidade universitária dinâmica e capital da Bretanha.

Localização de Fougères (Google Maps)
Localização de Fougères (Google Maps)

Nós passamos dois dias em Fougères para conhecer a cidade e visitar a família do nosso amigo, Rémi.

2. Fougères

Fougères é uma cidade com mais de 1.000 anos de história. Com um belo castelo do século XII, a cidade, localizada perto da fronteira entre a Bretanha e a Normandia, conta ainda com um bairro medieval – na cidade baixa –,  e um mercado tradicional e bastante movimentado nas manhãs de sábado, na cidade alta.

Antes de ser anexada à França, em 1448, a cidade foi disputada por ingleses e franceses. Com o advento da revolução industrial, a cidade se desenvolveu em trono das fábricas de calçados. Hoje, Fougères abriga empresas de tecnologia de ponta como Carl Zeiss Vision e Sagem Communication, além de escolas como: l’Ecole optique de Bretagne Fizeau, l’Ecole d’audioprothèse Bertin e l’Ecole de Haute Horlogerie.

3. Passeio por Fougères

Nós passamos sete dias na Bretanha, dos quais dois para passear por Fougères e conhecer as atrações turísticas da cidade.

3.1. Igreja Saint-Léonard

No primeiro dia, começamos a caminhada pela Igreja Saint-Léonard. Fundada no século XII, ela foi reconstruída nos séculos XV e XVI e expandida no século XIV. Durante a alta temporada, é possível visitar a torre da igreja e desfrutar de uma bela vista de Fougères.

Fougères - Eglise Saint-Léonard
Fougères – Eglise Saint-Léonard
Église Saint-Léonard vista do Jardim Público de Fougères
Église Saint-Léonard vista do Jardim Público de Fougères

Depois de visitar a igreja, seguimos pelo circuito de descoberta (Circuit Découverte de la Ville), começando pelo jardim público:

Fougères: Circuit Découverte de la Ville
Fougères: Circuit Découverte de la Ville

3.2. Jardim Público de Fougères

O Jardim Público de Fougères faz a ligação entre a cidade alta e o bairro medieval. Do mirante, conhecido como Place aux Arbres, temos uma vista panorâmica do castelo e do bairro medieval.

Place aux Arbres: Castelo e bairro medieval vistos do mirante do Jardim Público de Fougères
Place aux Arbres: Castelo e bairro medieval vistos do mirante do Jardim Público de Fougères
Place aux Arbres: Castelo visto do mirante do Jardim Público de Fougères
Place aux Arbres: Castelo visto do mirante do Jardim Público de Fougères
Place aux Arbres: Vista do mirante do Jardim Público de Fougères
Place aux Arbres: Vista do mirante do Jardim Público de Fougères

Com entrada gratuita, o jardim público é aberto todos os dias:

  • Das 8h a meia noite (16/4 a 15/10)
  • Das 8h às 22h (16/10 a 15/4)

Perto da saída do jardim público, quase chegando ao bairro medieval, há uma plantação com algumas espécies de fougères (samambaias).

Fougère / Samambaia
Fougère / Samambaia
Fougères
Fougères

O Jardim Público é separado do bairro medieval pelo Rio Nançon.

Fougères - Rio Nançon
Fougères – Rio Nançon

Na foto abaixo uma lavanderia no Rio Nançon:

Fougères - Lavanderia no Rio Nançon
Fougères – Lavanderia no Rio Nançon

3.3. Bairro medieval

Logo após sair do jardim público, chegamos à cidade baixa, onde fica o bairro medieval. Trata-se do bairro mais antigo de Fougères, o único que conserva casa feitas de madeira.

Fougères - bairro medieval
Fougères – bairro medieval
Fougères - bairro medieval / Place du Marchix
Fougères – bairro medieval / Place du Marchix

Na famosa praça Place du Marchix, aproveitamos o horário e a fome para almoçar na ótima Creperia Tivabro.

3.4. Castelo de Fougères

Depois do almoço, continuamos nossa caminhada em direção ao Castelo de Fougères. A fortaleza de pedra, que começou a ser construída no século XII, pelo barão Raoul II, teve sua última etapa – as torres Raoul e Surienne – construída no século XV. Suas defesas – onze torres, fosso, entre outros – foram adaptadas e melhoradas durante 400 anos, o que faz com que o castelo seja um grande livro de história e de arquitetura militar (fonte: office de tourisme).

Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères

Abaixo a antiga entrada do Castelo de Fougères.

Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères
Castelo de Fougères

Para saber mais sobre o Castelo de Fougères, clique aqui: chateau-fougeres.com.

3.5. Cidade alta

Nosso passeio terminou pela cidade alta, onde ficam: o mercado da cidade, o teatro Victor Hugo, o atelier museu da relojoaria, o comércio local, a igreja Saint-Léonard, entre outros.

Como estávamos perto do Natal, a cidade estava toda decorada e cheia de atividades. Havia passeio de charrete, banda de música local, pista de patinação, mercado de Natal e o esperado momento no qual o Papai Noel desce por uma corda do Beffroi (campanário).

Banda de música local
Banda de música local
Beffroi / Campanário
Beffroi / Campanário

O campanário (Beffroi) de Fougères, erguido pelos burgueses, em 1397, foi o primeiro da Bretanha e é um símbolo da riqueza advinda das trocas comerciais.

 Abaixo uma foto do General Baston comte de Lariboisiere:

General Baston comte de Lariboisiere
General Baston comte de Lariboisiere

4. Conclusão

Gostamos muito de passear pelas ruas da bela Fougères, cidade natal do nosso amigo que nos acompanhou durante nossos 22 dias na França.

A cidade é um prato cheio para quem gosta de história e se encanta com a época medieval.

Caso você queira obter mais informações sobre Fougères, clique aqui: L’Office de Tourisme du Pays de Fougères.

Não se esqueça, para ficar sempre atualizado, basta cadastrar seu e-mail na nossa newsletter!

5. Demais posts da série

Caso você queira ler os demais post da série sobre nossa viagem para a França, disponibilizamos os links abaixo:

Dinan e Dinard: duas belas cidades da Bretanha

Breizh Café em Cancale – França

Cancale e Saint-Malo: descobrindo as belezas da Bretanha

França – História da Segunda Guerra Mundial

França – passeio pelo Monte Saint-Michel

França: Explorando a Bretanha

Airbnb francês? Alugando um Gîte de France na Bretanha!

Deixando Paris a caminho da Bretanha

Hotel em Paris: Ariane Montparnasse

Classe Executiva do Boeing 777 da American Airlines (Miami – Paris)

Aeroporto de Miami e Sala VIP Admirals Club D-30

Como é voar na Classe Executiva do Boeing 757 da American Airlines (Brasília – Miami)

Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami (parte 1)

Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami (parte 2)

Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 1)

Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 2)

Aproveite para curtir nossa página no Facebook e para nos seguir no Instagram.

Veja também minhas contribuições no tripadvisor e nosso canal no Youtube.

Post Author
Viajaromundo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@viajaromundo

Confira mais fotos em nosso Instagam

Siga o nosso Instagram