Alugando um Mustang conversível nos EUA

Hoje conto para você como foi nossa experiência alugando um Mustang conversível nos EUA.

Confira!

Data da locação: 25 e 26/12/2017

I. Introdução

Antes de conhecer os detalhes sobre nossa experiência, se você quiser dicas sobre como escolher o carro, a locadora e sobre qual site utilizamos para alugar carros nos EUA, recomendo a leitura do post Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 1).

II. Alugando um Mustang conversível nos EUA

Durante nossa viagem pelo Texas, em dezembro de 2017, escolhemos o dia 25 de dezembro para pegar a estrada para conhecer a bela capital do estado: Austin.

Nosso trajeto entre San Antonio e Austin foi de 128 km.

Rota entre San Antonio e Austin (fonte: Google Maps)
Rota entre San Antonio e Austin (fonte: Google Maps)

 

As paisagens da autoestrada I-35N não são muito atraentes, mas o prazer de dirigir um super carro como o Mustang é inesquecível!

Pé na autoestrada I-35N
Pé na autoestrada I-35N

Retirando o carro no Aeroporto de San Antonio

Nós alugamos o carro no aeroporto de San Antonio. Como estávamos hospedados no Hotel Valencia Rivewalk, no centro de San Antonio, pegamos um ônibus até o aeroporto e ao desembarcar no Terminal do Aeroporto, pegamos o ônibus da locadora, no caso a Alamo, até o local da retirada do carro.

Apesar do deslocamento ser um pouco longo, cerca de 40 minutos entre o hotel e o aeroporto, tudo foi bem tranquilo!

Depois de apresentar a carteira de motorista brasileira e o cartão de crédito para bloqueio do valor de garantia (caução), recebemos o contrato de locação (com todas as proteções que havíamos contratado) e fomos para o estacionamento da locadora aguardar o carro chegar, pois ele ainda estava sendo lavado.

Para a nossa alegria, o Mustang, além de conversível, era vermelho.

Mustang Conversível vermelho! Alugando um Mustang conversível nos EUA
Mustang Conversível vermelho!

O carro estava com pouco mais de 25 mil km rodados. Apesar da quilometragem considerável, o carro estava impecável!

III. Viajando para Austin

Depois de pegar o carro, ajustar bancos e retrovisores e entender um pouco os comandos, fomos para a estrada. Destino: Austin, a capital do Texas!

Fotos e ajustes antes de pegar a estrada
Fotos e ajustes antes de pegar a estrada

Como estávamos com SIM dos Estados Unidos, utilizamos o Google Maps para nos guiar on-line. Outra saída, caso você esteja sem Internet, é baixar o mapa da região pela qual você vai passear no próprio Google Maps. O mapa vai ficar off-line e você conseguirá ter todas as direções necessárias para viajar, só não vai contar com informações de trânsito em tempo real.

A estrada entre San Antonio e Austin é praticamente um reta só. Nosso primeiro destino em Austin foi o Zilker Park, de onde pudemos ter essa bela vista da cidade!

Vista do Skyline de Austin - Alugando um Mustang conversível nos EUA.
Vista do Skyline de Austin

Como nossa viagem foi no feriado, as atrações estavam fechadas e aproveitamos para visitar parques e pontos turísticos da cidade, além do almoço especial de Natal no Trace, restaurante que fica no Hotel W.

A seguir uma foto do belo Capitólio do Texas.

Texas State Capitol
Texas State Capitol – Austin

Como o dia estava frio, foram poucas as oportunidades para abrir a capota.

Capota aberta!
Capota aberta!

Passeio pelo Zilker Park.

Zilker Park
Zilker Park

Abaixo, fachada do Bullock Texas State History Museum.

Bullock Texas State History Museum - Austin
Bullock Texas State History Museum – Austin

Prédio do hotel The W Austin.

The W Austin
The W Austin

Antes de pegar a estrada de volta para San Antonio, passamos pelo autódromo Circuit of the Americas, programa típico de um fã de Fórmula 1.

Circuit of the Americas
Circuit of the Americas

IV. Devolvendo o carro no aeroporto de Austin

Nossa viagem de volta para San Antonio foi no mesmo dia. Já era noite quando chegamos no Hotel Valencia Riverwalk.

Entregamos o carro na manhã do dia seguinte. Como de costume, bastou estacionar o carro em uma fila de carros que estavam sendo entregues e aguardar pela rápida vistoria antes de pegar o transporte de volta para o aeroporto e o ônibus de volta para a cidade. Tudo muito prático e rápido.

Antes de passar para a conclusão, confira o vídeo da nossa experiência!

V. Conclusão

Nossa road trip de um dia pelo Texas foi muito boa! O Mustang conversível vermelho foi a cereja do bolo e tornou o passeio ainda mais divertido.

Rodamos quase 300 km e a nossa experiência alugando um Mustang conversível nos EUA pela Alamo foi muito boa. Recomendamos a locadora e lembramos que você pode fazer sua reserva por meio da rentcars!

Se você quiser mais dicas sobre como escolher o carro, os seguros e detalhes sobre locação de carros nos EUA, leia nosso post Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 1).

Para ficar sempre atualizado e não perca nossas dicas e novidades, cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter!

Leia nossos posts sobre os Estados Unidos clicando aqui!

Aproveite para curtir nossa página no Facebook e para nos seguir no Instagram.

Veja também minhas contribuições no tripadvisor e nosso canal no Youtube.

Post Author
Viajaromundo

Comments

2 Comments
  1. Publicado por
    Souza
    jun 10, 2018 Reply

    Olá. Post muito bonito, gostei da viagem e do carro! Vocês aproveitaram bastante a day trip.

    Fiquei com duas dúvidas. A primeira seria como foi o processo pra comprar o SIM americano. A outra dúvida é sobre a velocidade maxima na estrada, e se dava pra acelerar… valeu!

    • Publicado por
      Viajaromundo
      jun 10, 2018 Reply

      Boa noite, Souza.

      Que bom que você gostou do nosso post!
      Existem várias possibilidades de adquirir SIM americano. Nós escolhemos comprar um da AT&T em uma loja deles nos EUA. Nós já tínhamos comprado o SIM na viagem que fizemos para Washington – DC, em outubro de 2017, e bastou recarregá-lo pelo site da AT&T para poder usá-lo novamente na viagem de dezembro para o Texas.
      Sobre a velocidade nas estradas dos EUA, o limite pode chegar até 75 ou 80 milhas por horas, cerca de 130 km/h. O ideal é respeitar os limites de velocidade para evitar multas já que o controle nas estradas é intenso!
      Abraço!

      Leonardo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@viajaromundo

Confira mais fotos em nosso Instagam

Siga o nosso Instagram