Curiosidades: GOL 1687 / Brasília – Guarulhos

Olá pessoal! Sei que a maioria de vocês deve conhecer bem os aviões da GOL, mas achei interessante fazer esse post para mostrar algumas curiosidades com as quais me deparei na primeira etapa da minha viagem para Madrid: o voo GOL 1687 que ligou Brasília a Guarulhos, no dia 4/12/2013.

 

BSB – GRU Gol 1687 (econômica)

Vamos lá!

1. Codeshare ou código compartilhado

A primeira curiosidade diz respeito ao chamado código compartilhado. Quando olhei para a TV que mostrava a previsão das decolagens no aeroporto de Brasília, me deparei com a seguinte informação:

Código compartilhado: Gol 1687, KLM 3291, Air France 6395 e Iberia 7391
Código compartilhado: Gol 1687, KLM 3291, Air France 6395 e Iberia 7391

Para quem não sabe, segundo definição constate da Wikipédia, “Código partilhado (do inglês codeshare, termo também muito usado) é um acordo no qual duas ou mais companhias de aviação compartilham o mesmo voo“.

Ou seja, o número de um mesmo voo pode mudar de acordo com a companhia aérea que emitiu o bilhete. No meu caso, o voo entre Brasília e Guarulhos tinha três números diferentes:

  • 1687:  número GOL
  • 3291: número KLM
  • 6395: número Air France

O voo é o mesmo, a aeronave é a mesma, mas os números são diferentes!

A foto abaixo mostra mais uma evidência da parceria entre GOL e DELTA está na parte da frente do avião, mais precisamente em frente à primeira fileira:

Logo da Delta
Logo da Delta

2. Classificação da ANAC

Assim como o Inmetro classifica eletrodomésticos quanto à eficiência energética, a Anac classifica as aeronaves por meio de um Selo do Programa de Avaliação Dimensional. No caso da aeronave que fez o voo 1687, o Selo de classificação da Anac era o seguinte:

Selo de Avaliação Dimensional da ANAC
Selo de Avaliação Dimensional da ANAC

No selo é possível identificar:

  • a companhia aérea
  • o modelo da aeronave: um Boeing 737-700, no caso
  • a classificação da aeronave
  • a distância entre assentos: 68,4 cm
  • a largura dos assentos: 49 cm

A classificação daquela aeronave, como era de se esperar, era bem baixa: D! Ou seja, a segunda pior! A escala utilizada pela Anac é a seguinte:

  • faixa “A”: espaço útil mínimo entre assentos maior que 73 cm (setenta e três centímetros)
  • faixa “B”: espaço útil mínimo entre assentos menor ou igual a 73 cm (setenta e três centímetros) e maior que 71 cm (setenta e um centímetros)
  • faixa “C”: espaço útil mínimo entre assentos menor ou igual a 71 cm (setenta e um centímetros) e maior que 69 cm (sessenta e nove centímetros)
  • faixa “D”: espaço útil mínimo entre assentos menor ou igual a 69 cm (sessenta e nove centímetros) e maior que 67 cm (sessenta e sete centímetros)
  • faixa “E”: espaço útil mínimo entre assentos menor ou igual a 67 cm (sessenta e sete centímetros)

3. Escolha dos assentos

Infelizmente, no Brasil os embarques e os desembarques em voos nacionais costumam ser caóticos. No embarque, não há separação por zonas (embarque de acordo com o número do assento no avião) e, no desembarque, os passageiros começam a tirar o cinto de segurança e se levantar para pegar seus pertences no compartimento de bagagens antes mesmo de a aeronave parar completamente. Com isso, a saída do avião costuma ser estressante, já que os passageiros ficam ansiosos para sair logo do avião e acabam bloqueando o corredor que já é bem apertado.

Pensando nisso, sempre tento reservar meus assentos com maior antecedência possível e opto por assentos nas primeiras fileiras. O acesso prioritário permite encontrar espaço disponível nos compartimentos de bagagem e a proximidade da porta de saída do avião permite um desembarque rápido.

Nesse voo da GOL não foi diferente, consegui reservar assentos na fileira 2! Porém, logo após o embarque, percebi que a escolha não tinha sido muito boa.

Além da bagagem dos passageiros da fileira 1, que possuem prioridade no embarque, e das bagagens da tripulação, essa aeronave não dispunha de vários dos compartimentos de bagagem das fileiras iniciais, pois eles eram destinados a equipamentos de segurança (kit de sobrevivência na selva e de precaução universal):

Kit de sobrevivência na selva
Kit de sobrevivência na selva

Com isso, apesar de ter embarcado rapidamente no avião, todos os compartimentos de bagagem estavam ocupados até a fileira 3! Me dei mal! Pelo menos, estávamos somente com mochila e bolsa.

1,87 m de altura. Espaço muito limitado! A mochila ficou abaixo das pernas.
1,87 m de altura. Espaço muito limitado! A mochila ficou abaixo das pernas.
1,63 m de altura: sobra um espacinho
1,63 m de altura: sobra um espacinho

Por fim, trago mais duas informações para vocês.

Quanto ao estado de conservação da aeronave, ele não era muito bom:

Braço do assento
Braço do assento

O carrinho de lanche era da extinta Webjet e estava em um estado bem ruim:

Carrinho do lanche em péssimo estado
Carrinho do lanche em péssimo estado

E, para quem não teve tempo de lanchar antes de “pegar o avião”, a GOL vende lanches a bordo de suas aeronaves. As fotos abaixo dão uma ideia das opções e dos preços dos lanches. Como as fotos são de dezembro do ano passado, as opções de lanche podem ter mudado e os preços devem, muito provavelmente, ter subido um pouco:

Cardápio
Cardápio
Cardápio
Cardápio
Cardápio
Cardápio
Cardápio
Cardápio

É isso! Espero que vocês tenham gostado das curiosidades que trouxe nesse post!

E aí? O que você achou desse post?

Você viajou recentemente pela GOL? Sabe nos dizer se os preços e a variedade de lanches mudaram? Conte-nos sua experiência!

Participe com sua sugestão, opinião, deixando um comentário ou dúvida no espaço abaixo!

Para receber nossas atualizações, cadastre seu e-mail na nossa newsletter!

Aproveite para curtir nossa página no Facebook e para nos seguir no Instagram.

Veja também minhas contribuições no tripadvisor e meu canal no Youtube.

Post Author
Viajaromundo

Comments

3 Comments
  1. Publicado por
    afonso junior
    set 4, 2014 Reply

    Excelente post, gostei das informações e curiosidades. Muito bom!!!

    • Publicado por
      viajaromundo
      set 4, 2014 Reply

      Valeu, Afonso!
      Que bom que você gostou do post!
      Abraço!

  2. Publicado por
    Como é voar na Classe Executiva da Air France – Boeing 777-300 | Viajaromundo.com
    set 8, 2014 Reply

    […] ao aeroporto de Guarulhos em um voo vindo de Brasília, pouco antes das 15h. Fui direto para o check-in preferencial da Air France (Sky Priority), onde […]

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@viajaromundo

Confira mais fotos em nosso Instagam

Siga o nosso Instagram