Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 1)

Dicas para alugar carro nos Estados Unidos!

Alugar um carro para viajar sempre gera muitas dúvidas. E se a viagem for internacional então, a quantidade de interrogações é ainda maior!!

Qual locadora escolher? Qual carro atenderá às minhas necessidades? Quais seguros preciso contratar? Preciso levar carteira de motorista internacional? Qual a importância de analisar o voucher com cuidado? O que analisar?

No post de hoje e no próximo post (parte 2), responderemos a essas e outras perguntas e contaremos como foi nossa experiência com a Sixt em Miami.

Confira nossas dicas para alugar carro nos Estados Unidos!

1. Como escolher o carro

Quando você viaja para uma cidade que não possui um sistema de transporte muito eficiente e precisa fazer vários deslocamentos, a melhor solução pode ser alugar um carro. Mas, como saber qual é o carro mais indicado para a sua viagem?

Para responder a essa pergunta você saber:

  • Quantas pessoas viajarão com você?
  • Quantas malas você vai levar?
  • Você pretende fazer compras?
  • Você se contenta com um carro mais simples ou quer aproveitar para testar um carro mais luxuoso e/ou esportivo?

Conhecendo suas necessidades, você poderá escolher a categoria de carro que te atende melhor.

1.1 Categoria de carro, o que é isso?

As locadoras não costumam alugar um modelo de carro específico, elas dividem os carros de sua frota em categorias. Cada categoria é representada por um carro e possui características como: número de portas, quantidade de assentos, capacidade do porta-malas, entre outros. Para exemplificar, vamos mostrar algumas categorias oferecidas pela Alamo.

Carros da Alamo Carros da Alamo Carros da Alamo Carros da Alamo

O carro que representa cada categoria é apenas indicativo. No momento da locação, o carro que você vai alugar pode ser outro com as mesmas características. Um exemplo: o representante da categoria midsize é o Toyota Corolla, mas a locadora pode te oferecer um Jetta 2.0.

Obs.: Nos Estados Unidos, diferentemente do Brasil, todos os carros possuem ar condicionado e câmbio automático. Ou seja, são duas características com as quais você não precisa se preocupar!

1.2. Como escolhemos nosso carro para Miami

Para escolher nosso carro, levamos em consideração as seguintes informações:

  • Seríamos três pessoas
  • Precisávamos de um porta-malas com capacidade para, pelo menos, duas malas
  • O porta-malas deveria ser fechado para que a bagagem não ficasse exposta chamando atenção (falamos sobre os riscos de Miami no post – Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami – parte 2)
  • Como ficaríamos com o carro apenas um dia, aproveitaríamos para alugar um carro mais luxuoso

A resposta para as nossas necessidades era um sedan médio premium!

Alerta 1

Em viagens para os Estados Unidos, o ideal é escolher um carro com porta-malas grande.  Mesmo com a alta do dólar, ainda é possível encontrar produtos muito baratos e a quantidade de bagagens pode aumentar rapidamente! A foto abaixo ilustra bem o que estamos falando, e repara que o carro era enorme!


Alerta 2

Nos EUA, as SUVs (ver exemplos abaixo), chamados por muito no Brasil de caminhonete, costumam ser alugadas sem o tampão retrátil do porta-malas. Ou seja, você terá um carro maior com um porta-malas grande, mas suas bagagens e compras ficarão visíveis, o que não é muito bom caso você precise deixar o carro estacionado na rua ou em estacionamentos abertos!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

SUVs Alamo

2. Como escolher a locadora

A escolha da locadora é outra etapa importante. Diversas empresas estão no mercado praticando preços variados. Algumas delas são famosas, outras, nem tanto. Como saber se a locadora é boa?

Normalmente, as grandes locadoras costumam ser mais confiáveis. Porém, existem boas locadoras menos conhecidas que praticam preços extremamente competitivos e oferecem um serviço de qualidade. A dica é pesquisar bastante, inclusive experiências pessoais de blogueiros, tomando sempre cuidado com os fontes de informação que você vai consultar.

2.1. Um pouco de experiência sempre ajuda!

Nos já tivemos a oportunidade de testar algumas locadoras nos Estados Unidos. A seguir você encontra uma lista das nossas experiências, algumas delas com o link para os posts correspondentes:

  • Alugamos carros na Hertz do aeroporto JFK, em Nova York, e do aeroporto de Cincinnati. Nós não nos arrependemos. A frota da Hertz é enorme e os carros que alugamos eram novos e bem conservados.
  • Alugamos um carro na Avis do aeroporto de Las Vegas e a experiência também foi muito boa.
  • Antes dessa locação em Miami, já havíamos alugado carro duas vezes na Sixt, ambas no aeroporto de Atlanta. A Sixt costuma oferecer preços muito competitivos e, pelo menos no aeroporto de Atlanta, possui uma frota de primeira! (Você pode conferir uma de nossas experiências aqui: Aluguel de carro na Sixt: Aeroporto de Atlanta)
  • Alugamos um carro na Budget do aeroporto de Indianápolis e a experiência foi fantástica! (Você pode conferir nossa experiência aqui: Minha experiênia com a Budget: Indianápolis – Chicago, parte 1)
  • Alugamos um carro na Europcar/Advantage do Aeroporto Reagan, em Washington. Apesar de nada de errado ter acontecido, essa foi nossa experiência, digamos, menos agradável. (Você pode conferir nossa experiência aqui: Europcar: aluguel de carro em Washington – DC)

3. Qual a melhor forma de alugar um carro?

Há várias formas de alugar um carro nos Estados Unidos. Você pode utilizar uma agência de viagens, os sites das próprias locadoras, sites especializados em viagens, sites especializados em aluguel de carros, entre outros.

Nós já utilizamos os serviços de uma agência de viagem localizada em Porto Alegre, sites especializados em aluguel de carros e os sites das próprias locadoras. Todas essas formas de locação funcionaram muito bem. A melhor opção vai depender do perfil de cada um.

Se você não tem muito tempo disponível para pesquisar preços e é averso a riscos, uma agência de turismo pode ser a melhor solução.

Se você é daquelas pessoas que gosta de pesquisar bastante e quer economizar, sites especializados em aluguel de carros e que comparam preços pode ser a melhor opção.

3.1. Como o câmbio influenciou nossa decisão

Um fator que influenciou muito na nossa escolha foi o câmbio.

Quando estávamos organizando nossa viagem, o dólar estava em uma fase muito instável e com forte tendência de alta. Por essa razão, com receio de reservar o carro e deixar para pagar o aluguel em dólar somente no momento da devolução, procuramos uma opção que nos permitisse efetuar o pagamento de forma antecipada e em reais. Nosso medo era fazer a reserva pós-paga e o dólar disparar ainda mais!

Nossa decisão foi acertada já que entre o dia do pagamento da locação e o dia da devolução do carro, o dólar subiu quase 15%.

3.2. Como alugamos o carro para Miami

Finalmente chegou a hora de alugar o carro. Fizemos várias pesquisas, utilizamos links de descontos (confira link da Sixt aqui e o da Budget aqui), fizemos cotações nos sites das locadoras e em sites especializados. Por fim, descobrimos uma ótima oferta para alugar o carro que queríamos, pagando o valor total antecipado em reais e com a opção de cancelamento gratuito!

Essa condições foram oferecidas pelo site rentcars.com em parceria com a Sixt. Porém, como não conhecíamos a rentcars.com, fizemos pesquisas na Internet antes de efetuar a locação. O resultado das pesquisas foram várias reclamações que nos deixaram bastante inseguros.

Diante dessa situação, entramos em contato com a rentcars e com a Sixt para questioná-las a respeito das reclamações. Conversamos bastante com os atendentes das duas empresas e, depois de tirar várias dúvidas, decidimos que valia à pena testar essa parceria.

Alugar o carro, em si, foi fácil. Entramos no site da rentcars.com, fizemos a pesquisa e escolhemos a locadora e o carro que queríamos.

Rentcars - Dicas para alugar carro nos Estados Unidos

A categoria de carro escolhida foi a seguinte:

PCAR
PCAR

Em seguida, escolhemos a tarifa Flex que, por R$ 15,97 à época, oferecia “Proteção contra terceiros” e “Condutor Adicional”.

Captura de tela 2015-11-28 08.50.24

3.3. Analisando o voucher

Logo após o pagamento, recebemos a confirmação da compra e o voucher da Sixt por e-mail.

Voucher Sixt - Dicas para alugar carro nos Estados Unidos

Assim que recebemos o voucher, conferimos os detalhes da locação com bastante atenção.

Além da data, hora e local da retirada do veículo, verificamos:

  1. A categoria do carro (booked group)
  2. Os custos (service costs) e o tipo de tarifa: km ilimitado (unlimited mileage)
  3. As proteções e serviços contratados (agreement rate code): verificamos que as duas proteções  (LDW e SLI) foram efetivamente contratadas
  4. Documentação requerida (required documents)

Um pouco mais abaixo, no próprio voucher, havia um campo muito importante: condições de pagamento (payment conditions). Nesse campo constava a informação de que o pagamento já havia sido efetuado, no Brasil, para a Rentcars.com!!

Voucher-Sixt-2

Resumindo: conseguimos um ótimo preço e o pagamento foi em reais!

Opa! Antes de concluir esse post, vamos aproveitar para responder a duas dúvidas muito comuns!

Dúvida 1
Quais seguros/proteções contratar?

Sem entrar na discussão sobre as proteções oferecidas por alguns cartões de crédito, na nossa opinião, as proteções essenciais são: a proteção do veículo (LDW ou DCW) e a proteção contra terceiros (SLI, ALI, EP ou LIS) oferecidas pela locadora.

Mas fique atento! Mesmo contratando essas proteções, a locadora vai precisar do seu cartão de crédito internacional para fazer uma pré-autorização a título de caução. Esse valor será estornado no momento da devolução do veículo.  Importante: as locadoras não costumam aceitar nem cartões de débito, nem VTM.

Alerta 3

Nos Estados Unidos, a proteção do veículo costuma incluir a isenção de franquia! Em outros países, essa não é a regra. Por isso, sempre leia as condições da locação antes de alugar o carro para saber se você precisará pagar franquia coisa em caso de sinistro!

Dúvida 2
Preciso de uma carteira de motorista internacional para alugar carro nos Estados Unidos?

Nós já alugamos carros em várias cidades dos EUA e nunca precisamos de carteira internacional. Na primeira vez nós até levamos a carteira internacional. Porém, curiosamente, a atendente da Hertz nos devolveu a carteira internacional e pediu a carteira de motorista brasileira.

Se você observar a primeira foto do voucher (acima), perceberá no campo que destacamos com o número 4 que a lista de documentos necessários para retirar o carro na locadora não inclui carteira internacional de motorista. Os documentos listados são:

  • Passaporte
  • Carteira de motorista original
  • Cartão de crédito internacional (utilizado para a caução)
  • Voucher impresso

DICA

Por mais óbvio que possa parecer, se você ainda estiver inseguro, entre em contato com a locadora e pergunte se a carteira internacional é necessária.

3.4. Vale à pena utilizar a proteção oferecida pelo cartão de crédito?

Bom, nós falamos que não iríamos discutir a questão das proteções oferecidas pelos cartões de crédito. Porém, apesar de nunca termos utilizado esse benefício, achamos importante tecer um comentário a respeito desse assunto.

Se você ler as regras do seguro de automóveis oferecido pelos cartões de crédito, vai perceber que, para ter direito a usar esse benefício, você terá de recusar a proteção do veículo (LDW ou CDW) oferecida pela locadora. Para exemplificar, fiz uma cópia de tela das regras do Masterseguro de automóveis oferecido pelo cartão MasterCard Black:

Masterseguro de automóveisSendo assim, se você seguir nossa recomendação, será necessário contratar somente a proteção contra terceiros, já que o cartão de crédito ficará responsável pela proteção do veículo.

Pois bem, se você for simular uma locação na Sixt, por exemplo, vai descobrir que utilizar o benefício do cartão e contratar a proteção contra terceiros separadamente sairá bem mais caro!

Mas como isso é possível?

Fizemos uma simulação para você entender.

Ao alugar um carro da categoria Premium na Sixt, a proteção do veículo custa R$ 10,56 por dia e a proteção contra terceiros, R$ 50,10.

Custo individual das proteções - Dicas para alugar carro nos Estados Unidos
Custo individual das proteções

Mas, se você clicar na proteção do veículo (Proteção em caso de danos e/ou roubo c/ isenção de franquia), veja só o que acontece!

Simulação proteções parte 2 - Dicas para alugar carro nos Estados Unidos
Proteção contra terceiros sai de graça!

Ao selecionar a proteção do veículo, a proteção contra terceiros (SLI) sai de graça! Ou seja, se você for usar a proteção oferecida pelo cartão e quiser contratar a proteção contra terceiros – que consideramos extremamente importante -, você pagará R$ 50,10 por dia. Mas, se você não utilizar a proteção oferecida pelo cartão e contratar a proteção do veículo oferecida pela locadora, você pagará R$ 10,56 por dia e terá direito à proteção contra terceiros sem pagar mais nada por isso!

Resumindo: verifique a política tarifária da locadora que você escolheu antes de decidir se compensa utilizar a proteção oferecida pelo cartão de crédito.

4. Conclusão sobre as dicas para alugar carro nos Estados Unidos

Nesse post explicamos como alugamos nosso carro em Miami e demos várias dicas sobre como alugar um carro nos Estados Unidos. No próximo post contaremos como foi nossa experiência com a Sixt e daremos mais algumas dicas para você!

Fique ligado no nosso blog e confira nossa experiência com a Sixt do aeroporto de Miami!

Gostou desse post? Então clique no banner abaixo para alugar seu carro!

5. Demais posts da série

Esse post faz parte da série de posts sobre nossa viagem para Paris com conexão em Miami. Você pode conferir os demais posts da série nos links abaixo:

Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami (parte 2)

Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami (parte 1)

Como é voar na Classe Executiva do Boeing 757 da American Airlines (Brasília – Miami)

Como é voar na Classe Executiva do A319 da British Airways (Paris – Londres)

Cathay Pacific Lounge no Aeroporto de Paris

Galleries Club da British Airways em Londres

Fantástico! Como é voar na Classe Executiva do Airbus A380 da British Airways (Londres – Miami)

Curta nossa página no Facebook e curta nosso perfil no Instagram.

Veja também minhas contribuições no tripadvisor e nosso canal no Youtube.

Não perca nenhuma novidade. Cadastre seu e-mail e receba nossa newsletter!

Post Author
Viajaromundo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@viajaromundo

Confira mais fotos em nosso Instagam

Siga o nosso Instagram