Dois dias no Vale do Loire - França (Primeiro dia) - Viajaromundo.com

Dois dias no Vale do Loire – França (Primeiro dia)

Depois de dois dias em Paris, uma semana na Bretanha e um dia em Nantes, nossa viagem chegou ao Vale do Loire e seus belíssimos castelos.

No post de hoje mostraremos como foi nosso primeiro dia no Vale do Loire, confira!

1. Introdução

Depois de passarmos um dia em Nantes, pegamos a estrada e percorremos pouco mais de 200 km até Tours, a cidade que escolhemos como base para conhecer um pouco do Vale do Loire.

Rota: Nantes - Tours
Rota: Nantes – Tours

Nós decidimos não ir pelas rodovias para poder nos deslocar mais devagar, observando a paisagem e parando em pontos de interesse. No nosso caso, paramos para ver o Castelo de Saumur e um antigo porto, na cidade de Chouzé-sur-Loire.

2. Sobre o Vale do Loire

Quando alguém fala em Vale do Loire, a primeira coisa que vem à mente são os castelos: Amboise, Blois, Chambord, Chenonceau, le Clos Lucé, Langeais, Loches, Villandry, entre vários outros, que impressionam pela arquitetura e história.

A região, Patrimônio Mundial da Unesco, também é conhecida como o Jardim de França e possui uma paisagem de tirar o fôlego.

Vale do Loire (Google Maps)
Vale do Loire (Google Maps)

Se você for para o Vale do Loire com tempo (uma semana), pode visitar vários castelos, belas atrações e cidades da região. Como nós tínhamos menos de dois dias, precisamos escolher o que gostaríamos de ver, sabendo que outras opções, tão boas ou melhores que as que escolhemos, ficariam de fora do passeio.

3. Nossa experiência

Como falamos no início do post, a cidade de Tours, devido à sua localização estratégica, foi nossa escolha para servir de base para nosso passeio pelo Vale do Loire.

Nós visitamos amigos que moram em Amboise e que nos deram dicas de como aproveitar nosso tempo, que era bem restrito. Tivemos de levar em consideração as distâncias a serem percorridas e as atrações consideradas imperdíveis. Sendo assim, elegemos o Castelo de Chenonceau e os jardins do Castelo Villandry como os pontos turísticos principais, e nosso roteiro foi o seguinte:

  • 1° dia:
    • No caminho para Tours
      • Saumur
      • Chouzé-sur-Loire (Port de Loire)
    • Château de Villandry (para ver os jardins, apenas)
    • Mercado de Natal de Tours
  • 2° dia:
    • Château de Chenonceau: visita do castelo e caminhada pelas demais instalações
    • Amboise et Le Clos Lucé: caminhada pela cidade, visita do castelo e caminhada pelas demais instalações

Podemos adiantar que não nos arrependemos das nossas escolhas. Os passeios foram lindos e se encaixaram perfeitamente na nossa programação, que você confere a seguir.

Para obter mais informações sobre os diversos castelos da região, sugerimos os seguintes sites:

Les Châteaux de La Loire

Loire Châteaux

4. Primeiro dia no Vale do Loire

4.1. Castelo de Saumur

Nós fizemos uma rápida parada, ainda cedo, no Castelo de Saumur. A ideia era apreciar a parte externa do castelo e a bela vista da cidade.

Vale do Loire: Castelo de Saumur
Vale do Loire: Castelo de Saumur
Vale do Loire: Castelo de Saumur
Vale do Loire: Castelo de Saumur
Vale do Loire: Castelo de Saumur
Vale do Loire: Castelo de Saumur
Vale do Loire: Castelo de Saumur
Castelo de Saumur

Para obter mais informações sobre o Castelo de Saumur, que já foi residência de condes, fortaleza real, residência de governadores, prisão e, hoje, Museu da França, sugerimos o seguinte site: chateau-saumur.fr

4.2. Chouzé-sur-Loire (Port de Loire)

Um pouco mais adiante, fizemos mais uma rápida parada para conhecer o porto da pequena cidade de Chouzé-sur-Loire, que teve um passado prestigioso, graças à navegação fluvial. O porto foi conservado e passou por uma restauração em 1999.

Chouzé-sur-Loire
Chouzé-sur-Loire
Loire - Chouzé-sur-Loire
Loire – Chouzé-sur-Loire
Loire - Chouzé-sur-Loire
Loire – Chouzé-sur-Loire
Loire - Chouzé-sur-Loire
Loire – Chouzé-sur-Loire

Na foto abaixo uma explicação sobre a migração dos salmões pelo rio e um alerta para a proibição de sua pesca. A multa para que descumprir a lei é pesada: 22.550 euros!

Salmão - Chouzé-sur-Loire
Salmão – Chouzé-sur-Loire

Para quem quiser ler mais um pouco sobre essa cidade, indicamos o site chouze-sur-loire.fr

4.3. Castelo de Villandry

Depois de nos instalarmos no hotel e almoçarmos, decidimos aproveitar o final do dia para conhecer os famosos jardins do Castelo de Villandry.

Château de Villandry
Château de Villandry

Os jardins são abertos todos os dias do ano. As visitas começam sempre às 9h da manhã, mas o horário de encerramento varia praticamente todo mês, entre 17h e 19h30. Por isso, é muito importante verificar os horários no site do castelo antes de programar a visita.

Importante: Nós não visitamos o interior do castelo, mas fica o alerta: diferentemente dos jardins, o castelo não é aberto todos os dias do ano.

Château de Villandry
Château de Villandry
Château de Villandry
Château de Villandry
Château de Villandry
Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Jardins do Château de Villandry
Escada para a floresta - Château de Villandry
Escada para a floresta – Château de Villandry

Apesar de termos feito a visita no inverno, ficamos impressionados com os jardins do Castelo de Villandry. Ficamos imaginando como eles devem ficar ainda mais incríveis na primavera.

Para mais informações, acesse o site: chateauvillandry.fr

Para terminar o dia, fomos ao Mercado de Natal na cidade de Tours.

5. Conclusão

Nosso primeiro dia no Vale do Loire foi super corrido. Não tivemos a oportunidade de visitar o interior dos castelos da região (programação do segundo dia), mas visitamos um dois mais belos jardins e contemplamos paisagens belíssimas.

No próximo post, vamos contar como foi nosso segundo dia no Vale do Loire. Fique atento!

6. Demais posts da série

Caso você queira ler os demais post da série sobre nossa viagem para a França, disponibilizamos os links abaixo:

Nantes: a sexta maior cidade da França

Fougères: uma cidade medieval da Bretanha

Dinan e Dinard: duas belas cidades da Bretanha

Breizh Café em Cancale – França

Cancale e Saint-Malo: descobrindo as belezas da Bretanha

França – História da Segunda Guerra Mundial

França – passeio pelo Monte Saint-Michel

França: Explorando a Bretanha

Airbnb francês? Alugando um Gîte de France na Bretanha!

Deixando Paris a caminho da Bretanha

Hotel em Paris: Ariane Montparnasse

Classe Executiva do Boeing 777 da American Airlines (Miami – Paris)

Aeroporto de Miami e Sala VIP Admirals Club D-30

Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami (parte 2)

Como aproveitamos nossas 9 horas em Miami (parte 1)

Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 2)

Dicas para alugar carro nos Estados Unidos e nossa experiência em Miami (parte 1)

Como é voar na Classe Executiva do Boeing 757 da American Airlines (Brasília – Miami)

Aproveite para curtir nossa página no Facebook e para nos seguir no Instagram.

Veja também minhas contribuições no tripadvisor e nosso canal no Youtube.

Post Author
Viajaromundo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@viajaromundo

Confira mais fotos em nosso Instagam

Siga o nosso Instagram