Trem no Japão: Shinkansen de Quioto para Tóquio - Viajaromundo.com

Trem no Japão: Shinkansen de Quioto para Tóquio

Hoje conto para você como foi minha experiência no Shinkansen de Quioto para Tóquio.

Confira!

Data da viagem: 6/10/2016

united_states_of_america_round_icon_640

Click here for the English version of this review

1. Introdução

Pouco menos de 500 km separam duas das mais visitadas cidades do Japão: Tóquio e Quioto, antiga capital do país.

Uma das formas mais práticas e rápidas de fazer o deslocamento entre as duas cidades é o Shinkansen, mais conhecido com trem bala.

Rota do Shinkansen de Quioto para Tóquio
Rota do Shinkansen de Quioto para Tóquio (Google Maps)

Em apenas 2h18, o trem percorre os mais de 450 km se aproximando, em alguns momentos, dos 300 km/h. Uma experiência muito interessante!

Obs.: você também pode ler aqui nossa experiência no trem de alta velocidade da Espanha.

2. Comprando a passagem do Shinkansen

Como não adquiri o JR PASS, comprei a passagem no escritório da própria JR na estação de Quioto.

JR Kyoto Station
JR Kyoto Station

A fila é grande e um pouco demorada, mas, como a frequência dos trens é alta, a demora não atrasa muito a viagem. A comunicação com a atendente foi tranquila, apesar dela falar um inglês bem básico.

A passagem custou: 13.080¥ sem assento reservado = 8.210 ¥ (basic fare) + 4.870 ¥ (special surcharge). Com assento reservado a passagem sairia por 830 ¥ a mais, já que a special surcharge seria substituída pela de reserved-seat superexpress surcharge (5.700 ¥ ).

Passagem do Shinkansen de Quioto para Tóquio
Passagem do Shinkansen de Quioto para Tóquio

Depois de me entregar o bilhete, a atendente me indicou a plataforma de onde partiria o próximo Shinkansen de Quioto para Tóquio.

IMPORTANTE: O trem que eu peguei foi o Nozomi e ele não aceita JR PASS. O Nozomi é o trem que faz a ligação entre Quioto e Tóquio em menos tempo.

3. Minha experiência no Shinkansen de Quioto para Tóquio

Até que não foi tão difícil achar a plataforma. Chegando lá, bastou observar os painéis e aguardar na fila.

Horários dos próximos trens
Horários dos próximos trens

O próprio painel indica quais são o vagões sem assentos reservados. O meu trem era o Nozomi 28 das 14h53 e os vagões de 1 a 3 eram para passageiros sem assentos reservados.

Shinkansen
Shinkansen

Como sempre, o trem chegou um pouco antes do horário de partida e deixou a estação às 14h53 em ponto!

Escolhi o vagão 2 que estava relativamente vazio. Porém, todos os assentos que ficavam nas janelas da esquerda estavam ocupados… imagino que todo mundo queria observar o Monte Fuji.

3.1. Bagageiro

Nesse vagão não havia bagageiro no chão, então precisei colocar minhas malas no compartimento localizado acima dos assentos.

Shinkansen Nozomi
Shinkansen Nozomi

3.2. Assentos

Os assentos são espaçosos e confortáveis.

Espaço para as pernas
Espaço para as pernas
Assentos do Shinkansen
Assentos do Shinkansen

Abaixo uma foto que dá uma visão completa do vagão 2:

Visão completa do vagão 2
Visão completa do vagão 2

O assento tem uma reclinação razoável.

Reclinação máxima do assento
Reclinação máxima do assento

3.3. Banheiro

Cada vagão ímpar conta com banheiros: masculino, feminino e para deficientes.

Banheiros
Banheiros

Abaixo uma foto do banheiro masculino.

Banheiro
Banheiro

3.4. Monte Fuji

Quando nos aproximamos do Monte Fuji, fui para uma janela que fica perto dos banheiros para vê-lo e tentar tirar uma foto.

Monte Fuji
Monte Fuji

Pena que as nuvens atrapalharam um pouco.

4. Conclusão

Depois de uma viagem extremamente tranquila, o trem chegou à Tokyo Station às 17h14!

O trem é silencioso e os passageiros, quase todos japoneses naquela viagem, são muito educados. Eles praticamente não fazem barulho, não conversam ao telefone nas cabines de passageiros e são muito discretos.

Apesar de já te viajado bastante em trens de alta velocidade na França e na Espanha, a experiência no Japão foi muito boa!

E aí? Gostou do post?

Se você tiver alguma dúvida ou quiser compartilhar sua experiência, deixe seu comentário abaixo. Participe!

Aproveite para ler nossos posts sobre várias companhias aéreas!

Air France

American Airlines

Austrian Airlines

British Airways

Delta

Easyjet

Garuda

KLM

Latam

TAP

Não perca nenhuma novidade! Cadastre seu e-mail na nossa newsletter.

Aproveite para curtir nossa página no Facebook e para nos seguir no Instagram.

Veja também minhas contribuições no tripadvisor e nosso canal no Youtube.

P.S.: Essa viagem contou com o apoio da Global Travel Assistance (GTA), que me ofereceu a assistência viagem Euro Maxx!

Post Author
Leonardo Sousa

Comments

10 Comments
  1. Publicado por
    Lucio
    fev 13, 2017 Reply

    Excelente texto. Informações precisas. No nosso caso, usamos o JRpass e tudo funcionou bem.

    • Publicado por
      Viajaromundo
      fev 13, 2017 Reply

      Obrigado, Lucio!
      Aproveitem bastante a viagem pelo Japão!

  2. Publicado por
    Felipe
    nov 6, 2017 Reply

    Fala Leonardo. Estou indo para o japao janeiro e estou na maior dúvida se compro ou não o JRP. Esse valor de 13.080 ienes foi de ida e volta? Valeria a pena eu ir sem o JRP para visitar tokyo, kyoto e Nara? G de abs

    • Publicado por
      Viajaromundo
      nov 7, 2017 Reply

      Boa tarde, Felipe!

      Tudo bem?
      O valor da minha passagem foi de ida somente. Se você for fazer ida e volta entre Tóquio e Quioto, por exemplo, já compensa comprar o JRP.
      Espero que esteja gostando do blog e que aproveite a sua viagem!
      Abraço,

      Leonardo

  3. Publicado por
    gabiberries
    mar 17, 2018 Reply

    Oi Leonardo! Obrigada pelo post, ajudou bastante.
    Vc poderia me tirar uma dúvida? Eu vou ficar 22 dias, visitarei Osaka, Kyoto, Himeji, Nara, Fujiyoshida e Tokyo.
    Estava crente que minha melhor opção era o JR de 21 dias (589 dólares), porém andei fazendo umas contas e agora estou na dúvida.
    Fiz minhas contas baseadas no hyperdia e google maps, e de Shinkansen serão 28040 ienes (converto para 280 dólares). Serão esses do aeroporto pra osaka, osaka pra himeji, himeji pra kyoto, kyoto para mishima, gotemba para tokyo. Vc acha que é por ai mesmo, ou eu to vendo os valores errados? Pq se só um seu deu 13080, como todos esses tao dando só 14960 a mais aaah @_@
    Com metrô e etc, não consigo ter uma conta tão exata, mas estimei uns 8000 ienes (80 dólares) baseada no valor do google maps.
    Logo, 280 +80 = 360, bem mais barato que o JR Pass….
    Voce acha que meus cálculos estão certos ou eu estou “sendo otimista” em relação ao preço do metrô? Desculpa o comentário gigante, é que eu estou indo completamente sozinha e com o dinheiro contado, então quero ter certeza de que não vou chegar lá e pensar “putz, desperdicei dinheiro nisso”.
    Agradeço sua opinião! !! !
    :)

    • Publicado por
      Viajaromundo
      mar 21, 2018 Reply

      Bom dia, Gabi.

      Tudo bem?
      Uma das vantagens do JR Pass é a praticidade de não precisar ficar comprando as passagens para cada transporte que você for usar.
      Quando fiz as contas, também usei o hyperdia, mas tive dificuldades para entender o preço exato das passagens. Mas, como relatei no post, você precisa somar “basic fare” com “special surcharge”. Então, verifique se suas contas estão corretas e se realmente for mais barato comprar as passagens avulsas, reflita se a diferença de preço compensa a praticidade do JR Pass.
      Sugiro também que você pesquise bastante sobre o JR Pass para saber como comprá-lo (acredito que você precisa comprá-lo antes de ir para o Japão), onde trocar o voucher pelo Pass, como utilizá-lo, etc.
      Abraço,

      Leonardo

      • Publicado por
        Gabiberries
        mar 21, 2018 Reply

        Oi Leonardo!
        Tudo ótimo, e vc? Muito obrigada pela resposta atenciosa!
        Eu estou considerando o preço que o hyperdia mostra como “total” ,
        por exemplo: (Total:¥ 3,940[TicketFare:¥ 1,490 Seat Fee:¥ 2,450]).
        Pesquisei entre Kyoto e Tokyo e deu mais ou menos o preço que você disse que pagou, então acho que tá certo mesmo rs. A diferença deve ser que você pegou um shinkansen entre lugares distantes, enquanto eu vou fazer “picadinho”.
        O JR Pass tem que ser comprado fora do Japão mesmo, já estava até em contato com uma agência credenciada quando decidi fazer as contas direitinho e tive essa surpresa rs…
        Acho que vou fazer isso mesmo: chegando lá compro um ICOCA (IC Card) e coloco uma quantia boa pra metrô e ônibus, e os shinkansen vou comprando na hora. Pelo o que li, é bem raro esgotar fácil e eles são constantes, então não devo ter problemas :)))
        Obrigada pela ajuda!
        Bjs
        Gabi

        • Publicado por
          Viajaromundo
          mar 22, 2018 Reply

          Gabi.

          Eu comprei minha passagem para o shinkansen na hora e foi tranquilo!
          Espero que aproveite a viagem e que nossas demais dicas sobre o Japão possam te ajudar de alguma maneira.
          Abraço,

          Leonardo

  4. Publicado por
    Mariana
    mar 17, 2018 Reply

    Oi Leonardo, tudo bem?

    Você comprou o bilhete na hora ou indica comprar com certa antecedência? Um dia antes?

    Obrigada!

    • Publicado por
      Leonardo
      mar 21, 2018 Reply

      Bom dia, Mariana.

      Comprei o bilhete na hora. Tinha fila, demorou um pouquinho, mas nada que tenha atrapalhado a viagem.
      Abraço,

      Leonardo

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

@viajaromundo

Confira mais fotos em nosso Instagam

Siga o nosso Instagram